Palestina

  • As eleições em Israel: o que pode ocorrer?

    No dia 22 de janeiro ocorreram eleições para o 19º Knesset que é o Parlamento de Israel. As pesquisas não conseguiram captar o sentimento real do eleitorado israelense, mais uma vez. O direitista Benjamin Natanyahu, atual Primeiro Ministro, tido como amplamente favorito, sofreu sérios reveses. No entanto, é provável que ainda consiga formar novo governo, ainda que frágil e tem até 60 dias para isso. É desse assunto que tratamos neste artigo.

  • CTB na Palestina, na 1ª Missão Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino

    Já está na Palestina, na cidade de Ramalláh, a nossa 1ª Missão de Solidariedade ao Povo Palestino. A CTB, que esteve na Palestina em março passado, integra essa delegação.

    Foram seis companheiros, que representam duas centrais sindicais, a CTB e a Força, que integram ainda algumas entidades. São sindicalistas comerciários, professores, auxiliares de educação, um engenheiro e um jornalista que são pesquisadores do Oriente Médio. Abaixo publicamos seus nomes e cargos. Ali estão diretores da CONTEE, da FITEE, do SAE/MG e SAE/ES e Sinpro/MG, além dos Comerciários do ABC.

  • E se Gaza cair

    capa gaza so frenteEste Livro trata de um dos temas mais candentes da atualidade: a luta e a causa do povo palestino. Trata, especificamente, do massacre que Israel cometeu por longos 21 dias, entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009, contra a população da Faixa de Gaza.
    Foram reunidos 47 artigos sobre o tema, que circularam nas redes sociais do mundo todo, escritos por intomenico Loselectuais e ativistas renomados e progressistas dos cinco continentes, com Tariq Ali, Noam Chomsky, Gideon Levy, Illan Pappé, Domenico Losurdo, Ury Avnery, Eduardo Galeano, sub- comandante Marcos e vários outros.
    Engajada e militante, esta obra pretende registrar hostoricamente aquele momento, no qual o povo palestinosofreu mais um dos tantos massacres perpetrados por Israiel nos últimos 60 anos.
    Preço: R$30.00

  • Genocídio Palestino

    Já há quase dois meses Israel bombardeia sem parar à Faixa de Gaza, onde moram quase dois milhões de palestinos. Alguns dizem que é maior prisão a ceu aberto do mundo. Mais de dois mil palestinos morreram, das quais mais de 500 crianças. E o mundo continua assistindo calado a mais uma barbaridade cometida por esse governo fascista que governa Israel.

  • Impressões sobre a Viagem à Palestina

    Estive na Palestina ocupada por duas vezes na minha vida. A primeira delas, representando a CTB, no Congresso da União Geral dos Trabalhadores Palestinos, ocorrido em março de 2012. Lá fiquei pouco tempo. Cinco dias apenas, ainda que tivesse gasto um dia para ir e outro para voltar, via Istambul na Turquia.

  • Israel mostra seu envolvimento contra a Síria

    Em um momento em que o Oriente Médio vive dias cada vez mais tensos, com levantes populares no Egito, quando a direita em Israel segue tendo maioria dos votos, esse país, de governo claramente reacionário e sionista, resolve atacar a República Árabe da Síria. Uma clara provocação. Mas que também deixa claro quem esta em cada lado do conflito. É o que veremos no artigo a seguir.

  • Palestinos Guardam a memória de Rachel Corrie

    Já sabemos que a mídia não divulga assuntos que não interessa
    aos seus donos, aos seus proprietários aos que contrarie os interesses de seus anunciantes. As lutas populares, as revoluções proletárias, os levantes e a resistência dos palestinos e iraquianos são, quando divulgados, distorcidos ao máximo.