O Mercado deTrabalho e a Profissionalização do Sociólogo

Capa Lejeune Mercado de Trabalho do Sociólogo Só FrenteLivro: O Mercado de Trabalho e a Profissionalização do Sociólogo
Autor: Lejeune Mirhan – Sociólogo e Professor
Editora: Anita Garibaldi
Ano: 2015 Páginas: 288 páginas
Formato: 14 cm x 21 cm
Preço: R$40,00
ISBN: 978-857277157-3

Este livro trata de um dos temas fundamentais para a categoria dos e das Sociólogas brasileiras. Pela primeira vez o mercado editorial recebe uma obra completa, ricamente ilustrada, que aborda vários aspectos, entre eles:
O que fazem os sociólogos nos seus ofícios no dia-a-dia em 18 áreas de trabalho;
Quem são os sociólogos no Brasil;
Quantos são os sociólogos e os estudantes em todo o país;
A história da Sociologia no Brasil e a profissionalização do Sociólogo;
História do sindicalismo de profissionais liberais;
Legislação relacionada aos Sociólogos;
Entrevistas com sociólogos que atuam em diversas áreas; Piso salarial, remuneração de autônomo, Conselho Federal de Sociólogos, Organização Sindical, Diploma e Profissão; Código de Ética Profissional (provisório);
Proposta de currículo para os cursos de Ciências Sociais;
Propostas para alargar o mercado de trabalho dos sociólogos;
História dos congressos nacionais e estaduais de sociólogos, bem como todas as diretorias eleitas;
Descrição do que faz um sociólogo pelo Catálogo Brasileiro de Ocupações – CBO.

Escrito pelo sociólogo e professor Lejeune Mirhan, há 35 anos atuando no mercado de trabalho. É também escritor e organizador de outras oito obras, nas áreas de Sociologia da Educação e Política Internacional.

Além de ter atuado como docente do ensino superior por mais de 20 anos, foi assessor legislativo, pesquisador (de mercado e tendências, bem como perfil de categorias), assessor de diversas entidades sindicais, consultor político e analista internacional, de forma que conhece como poucos o mercado de trabalho da categoria dos sociólogos brasileiros.

Foi também líder sindical dos sociólogos. Contribuiu para a fundação do Sindicato dos Sociólogos do Estado de São Paulo – SINDSESP – tendo sido por duas gestões seu vice-presidente, chegando a presidir a entidade no período de 2007 a 2010. Presidiu a Federação Nacional dos Sociólogos – Brasil por duas gestões (1996 a 2002), tendo sido seu Secretário-Geral na gestão seguinte (2002 a 2005).

Liderou a luta nacional pela obrigatoriedade do ensino de Sociologia e Filosofia em todas as escolas de ensino médio no Brasil no período de 1997 até 2008, quando a Lei 11.608 foi sancionada. Sobre esse tema, escreveu em 2004 Sociologia e Ensino em Debate, publicado pela Editora Unijuí, que vendeu mais de 30 mil exemplares e agora em agosto de 2015 lança Sociologia no Ensino Médio: Desafios e Perspectivas, também pela Editora Anita Garibaldi.